Saúde e bem-estar

Como o pilates resolve a dor nas costas?

São vários os motivos que causam dores nas costas. Entre os mais comuns, temos a má postura, sedentarismo, alterações no formato da coluna, quedas, patologias e até mesmo o estresse emocional. Não importa qual seja a causa para o seu incômodo, o pilates pode ser um grande aliado do tratamento e dependendo, até mesmo acabar de vez com o problema.

Em nosso artigo de hoje vamos falar um pouco mais sobre como esta atividade física pode melhorar o seu rendimento e acabar com a dor.

O que é dor nas costas?

Este incômodo é uma das queixas mais comuns do dia a dia da população, ele pode ser leve ou intenso, rápido ou constante.

Podendo ser causada por diferentes causas, a dor nas costas pode ter origem na coluna vertebral, músculos, nervos ou a partir de outras estruturas na região.

Vale lembrar que o incômodo pode ter origem em outros órgãos e irradiar para as costas, como: cólica renal ou no ovário, infecções, infarto do miocárdio e outros problemas. Se este for o seu caso, procure um médico imediatamente.

Causas mais comuns da dor nas costas

A principal causa de dor nas costas é o resultado de má postura, seja quando você está sentado, em pé, fazendo movimentos rotineiros ou andando. Além do pilates, uma forma de melhorar a dor nas costas causadas por uma postura inadequada é corrigi-lá.

Para isso, sente-se com a cabeça erguida, mantenha o abdômen contraído e mantenha seus ombros para baixo e para fora. Assim que você adequar a sua postura, você já sente uma diminuição da tensão em todas as suas costas.

Porém, a má postura não é a única culpada pelas dores nesta área. Entre outros fatores, estão: exercícios praticados de maneira errada ou com carga muito alta, má postura, sedentarismo, hérnia de disco, ciática, artrose, lombalgia, alterações na coluna, quedas e estresse.

Como melhorar a dor nas costas?

No momento em que a dor nas costas aparece, o que será que podemos fazer para aliviar o incômodo? Além de melhorar a postura, existem algumas coisas que podem ser feitas, como:

1. Relaxe

Na hora que a dor aparece, experimente ficar deitado de lado ou sentado de forma que as costas estejam totalmente encostadas na cadeira por alguns minutos. Também evite ficar por muito tempo na mesma posição, mesmo sendo sentado, deitado ou em pé.

Ao ficar em uma posição confortável, nós conseguimos respirar melhor e as fibras musculares se soltam. Todos estes fatores aliviam o incômodo momentâneo.

2. Aqueça

Aplique uma compressa morna exatamente em cima de onde a dor se encontre. Deixe ela atuar por uns 20 minutos. Você pode fazer um excelente remédio caseiro para dor muscular com compressa de sal quente. O calor e o sal ajudam a diminuir o incômodo e estimula a circulação, acelerando o processo de recuperação muscular.

Ingredientes

  • 500 g de sal
  • Meia de tecido bem grosso

Modo de Preparo

  • Aqueça o sal em uma frigideira por aproximadamente 4 minutos;
  • Coloque em uma meia limpa de tecido grosso, de forma a ficar mole;
  • Em seguida, aplique a compressa sobre o músculo dolorido e deixe atuar por 20 minutos, 2 vezes ao dia.

3. Massagem

A dor chegou? Tome um banho morno e deixe o jato de água cair bem forte exatamente na região em que a dor está localizada. Aproveite o momento para fazer um auto massagem com as suas próprias mãos e um pouquinho de creme ou de óleo nas costas. Faça movimentos com uma intensidade moderada, insistindo mais no local que houver maior dor.

Você também optar por receber uma massagem de um profissional ou então se sentar em uma cadeira massageadora.

4. Tome um remédio

Se a dor for muito intensa e você tiver orientação médica, pode optar por um relaxante muscular ou então um adesivo que melhora o incômodo.

5. Descanse

Se tiver a oportunidade, na hora que a dor ficar muito intensa, deite de lado com a cabeça bem apoiada em um travesseiro não muito fofo e tente dormir por, pelo menos, 8 horas.

6. Faça alongamentos

Mesmo com a dor, faça um esforço para alongar as costas, mas evite exercícios que exijam um alto desempenho. Entre os movimentos que você pode praticar, estão:

  • Joelhos no peito: deite-se no chão com a barriga para cima com os joelhos flexionados e os pés apoiados no chão. Em seguida, eleve um de seus joelhos até o peito, o segurando com as duas mãos. Mantenha a posição por 20 segundos e troque o joelho.
  • Alongamento de perna no chão: deite-se com a barriga para cima, pernas flexionadas e os braços estendidos ao lado do corpo. Em seguida, eleve uma das pernas em direção ao teto e a mantenha levantada por 30 segundos. Repita o movimento com a outra perna.
  • Alongamento piriforme: ainda deitado com a barriga para cima, flexione os joelhos e posicione as mãos atrás das coxas para conservar a posição durante mais tempo. Nesta posição, cruze uma das pernas e a mantenha assim por 30 segundos. Repita o movimento com a outra perna.

Lembrando que todas essas medidas são momentâneas, ou seja, diminuem o incômodo na hora em que ele aparece. Contudo, eles não funcionam como uma maneira de prevenir a dor novamente. Para isso, você pode contar com a prática regular do pilates.

Como o pilates ajuda na dor nas costas?

Antes de falarmos sobre como o pilates alivia dores musculares, em especial na região das costas, é preciso entender um pouco mais qual é o objetivo desta atividade física.

O pilates é um método global, que trabalha tanto o condicionamento físico, quanto o mental. Além disso, o exercício atua com a força, equilíbrio, alongamento, respiração e concentração, tudo ao mesmo tempo. É por conta disso que esta atividade contribui para a saúde de diversas formas e também melhora as dores no corpo.

Falando do caso específico das dores nas costas, o pilates trabalha diretamente nos músculos necessários para dar suporte à coluna. Além disso, a prática do exercício também conscientiza o aluno sobre a importância da boa postura e qual é a correta, fazendo com que ele próprio corrija a questão postural.

A tensão cervical (no pescoço) e nos ombros também pode causar um incômodo nas costas. Como o método atua também no relaxamentos destes músculos, o incômodo diminui consideravelmente.

Por fim, algumas patologias que causam dor nas costas podem ter o pilates como parte de seu tratamento. Escoliose, cifose, hiperlordose, cervicalgia e espondilolistese são alguns exemplos.

ITC Vertebral

O ITC vertebral é um meio não cirúrgico que utiliza técnicas de fisioterapia para reconstrução músculo-articular da coluna.

Neste exercício, a pessoa é tratada sem procedimentos invasivos e de acordo com os seus sintomas e locais de dor, ou seja, a prática é individualizada para as condições físicas de cada um. Como não existe um modelo padrão, todo mundo que procura este tipo de tratamento precisa passar por uma avaliação criteriosa, em que são determinados os seus objetivos, limitações e mais.

O ITC Vertebral trabalha com esta atividade em todas as suas unidades em um tratamento que é dividido em cinco etapas:

  1. Fisioterapia manual;
  2. Mesa de tração eletrônica;
  3. Mesa de flexão e descompressão;
  4. Estabilização vertebral;
  5. Busca por outras alternativas para manter os benefícios do tratamento, como pilates ou musculação.

RPG (Reeducação Postural Global)

Este método fisioterapêutico tem como objetivo corrigir os problemas posturais e tratar os problemas causados pela má postura. E como já vimos, a postura inadequada é uma das principais causas de dor nas costas.

A Reeducação Postural Global se baseia em três princípios fundamentais e imutáveis:

  1. Individualidade: cada pessoa é única e reage ao tratamento de maneiras diferentes;
  2. Causalidade: a verdadeira causa do problema pode estar distante do sintoma que a pessoa apresenta;
  3. Globalidade: o corpo deve ser tratado como uma unidade, buscando identificar as responsabilidades das retrações musculares nas patologias músculo-esqueléticas.

Os tratamento de RPG são individuais e podem ser praticados tanto para quem deseja prevenir problemas na coluna, quanto para tratar algumas condições, como a hiperlordose.

Realize exercícios com foco e concentração

Normalmente, os exercícios de pilates para dor nas costas devem ser repetidos cerca de quatro vezes cada um. Contudo, é a sua capacidade física que vai determinar a quantidade de repetição. Então, observe as respostas do seu corpo e respeite os seus limites. Começou a sentir dor? Avise o profissional responsável pelo seu treino. Ao longo do tempo, você vai ganhando mais resistência e habilidade e pode ir aumentando as séries.

Na hora de ir realizar os exercícios, opte por roupas confortáveis e pratique os movimentos de solo em cima de um tapete ou colchonete. Como o pilates é uma atividade que trabalha também a mente, tire este momento para fazer somente isso, sem celular, música ou televisão para desconcentrar.

A prática do método é muito melhor aproveitada quando o aluno realiza o treino com foco e concentração. É somente assim que se ganha a consciência de cada músculo que está sendo trabalhado no corpo, facilitando o seu fortalecimento e trazendo resultados mais rápidos.

Como já comentamos, o pilates é um exercício global. Ao incorporar o hábito de realizar este exercício regularmente, você vai perceber que este cuidado fará bem ao seu corpo, assim como à sua mente.

O pilates pode realmente curar as dores nas costas?

Por tudo o que a gente viu até agora, a resposta é sim. Se a dor for causada por má postura, tensão, algumas patologias e falta de alongamento, a atividade pode aliviar e até curar o incômodo.

Contudo, vale lembrar que nem todos os casos são assim. Algumas vezes, a questão é mais séria, podendo precisar até de intervenção cirúrgica. Portanto, se você tem sofrido com dores recorrente nas costas, procure um ortopedista ou então um fisioterapeuta. Estes dois profissionais vão lhe ajuda a encontrar o melhor tratamento possível.

Outros exercícios para a dor nas costas

Além dos tratamentos momentâneos e a prática regular de pilates, existem alguns exercícios que podem ser praticados em casa para aliviar a dor nas costas, em especial se elas são causadas por má postura.

Reserve 10 minutos diariamente para exercitar a musculatura da coluna com os movimentos apresentados abaixo. Você pode prática-los ao acordar ou antes de dormir.

  1. No chão: deite com a barriga para cima e os membros estendidos. Coloque a palma das mãos voltada para cima e apoie toda a coluna lombar no chão. Fique nesta posição durante cinco respirações seguidas.
  2. Na cama: deite de barriga e respire profundamente. Quando inspirar o ar, aumente mais a curvatura lombar, movimentando apenas o quadril para cima, sem perder o apoio do colchão. Expire o ar e apoie toda a região da coluna lombar. Faça os movimentos de forma lenta e ampla para adquirir mais mobilidade muscular e articular. Repita o exercício por cinco minutos. A sequência pode ser feita pela manhã, ao acordar e à noite, antes de dormir.

Se você tiver mais do que 10 minutos diários, também pode realizar estes outros exercícios de alongamento muscular:

  1. Deite de barriga para cima e segure um lençol com as duas mãos. Passe o lençol pela planta do pé e puxe até sentir o alongamento na parte de trás das pernas e joelhos. Respire sempre profundamente e lentamente durante a execução do movimento.
  2. Deite de barriga para cima, segure uma das pernas e flexione. Abrace esta perna de modo que o joelho se aproxime do peitoral. A outra perna deve permanecer estendida. Reveze os movimentos entre as duas pernas.

Quando devo ir ao médico?

Muita gente se pergunta em que momento a dor nas costas precisa de uma orientação médica para ser resolvida. Como já mencionamos antes, em alguns casos este incômodo é uma irradiação de problemas em outros órgãos, então é fundamental verificar como anda a saúde.

O aconselhável é que se procure um profissional da saúde quando a dor nas costas é muita intensa, surge de forma repentina ou é acompanhada de outros sintomas, como enjoo e falta de ar.

Nestes casos, é recomendado se consultar com um clínico geral. Ele deve solicitar exames que identifique a causa e com o diagnóstico pronto, ele passa o tratamento mais adequado, que pode incluir o uso de medicamentos, sessões de fisioterapia, pilates e casos graves, intervenção cirúrgica.

Durante a consulta, é importante que você relate ao médico todas as características da sua. Diga quando ela surgiu, se a dor é constante ou só aparece em determinados momentos e também tudo aquilo que já tentou fazer para aliviar o incômodo.

Você sofre com a dor nas costas? Então, procure a unidade do Instituto Pilates mais próximo de você e acabe com este incômodo de uma vez por todas.

O post Como o pilates resolve a dor nas costas? apareceu primeiro em Instituto Pilates.

Source: Instituto Pilates

Veja também

  • Como o pilates resolve a dor nas costas?

    São vários os motivos que causam dores nas costas. Entre os mais comuns, temos a má postura, sedentarismo, alterações no formato da coluna, quedas, patologias e até mesmo o estresse emocional. Não importa qual seja a causa para o seu incômodo, o pilates pode ser um grande aliado do tratamento e dependendo, até mesmo acabar […]

  • Protusão discal: causas, sintomas e tratamento

    Dores na coluna são uma das queixas mais relatadas em consultórios médicos em todo o mundo. Sem dizer que é um dos problemas que causam mais afastamentos no trabalho em vários países, inclusive aqui no Brasil. No entanto, sentir dor nas costas, principalmente na região da coluna lombar pode ser um sintoma bastante comum de […]

  • – Música da Bula – Agora em Podcast

    Acompanhe o Podcast Música da Bula e ouça entrevistas, curiosidades e um papo sempre muito legal sobre saúde, bem estar e variedades. Toda semana tem novidade e muita informação curiosa para seu entretenimento e, para conferir é só clicar no link – Podcast Música da Bula . Lembrando que Música da Bula também está na […]

PARCEIROS: